Fake ou news: como separar mentiras de notícias no estudo remoto?

O Projeto de Extensão “Oficinas Audiovisuais”, do curso de Jornalismo da Universidade Positivo – em parceria com o Futura , não parou, mesmo com o isolamento. Como o objetivo do projeto é levar palestras e oficinas a estudantes do Ensino Médio e, também, recebê-los nos estúdios da UP, parte das ações está sendo realizada por meio de vídeos no YouTube.

Em anos anteriores, o curso contemplou oficinas em Almirante Tamandaré, Rio Branco do Sul, Paranaguá, Adrianópolis e em colégios de Curitiba. Este ano, por conta da quarentena, a professora Sandra Nodari optou por fazer vídeos e enviar aos colégios, para que os alunos não perdessem as atividades.

O primeiro vídeo, feito em comemoração ao Dia da Educação, tem como tema “Fake ou news: como separar mentiras de notícias no estudo remoto?”.

“Esse é um tema gerador de muitos questionamentos. Muitos de nós criamos fake news sem saber, por preguiça de pesquisar e confiar em quem mandou. Que erro! Esse vídeo caiu como uma luva em minhas mãos para utilizar nas aulas”, conta a professora do Colégio Estadual Manoel Borges de Macedo, em Rio Branco do Sul, Regeline Roland.

O próximo vídeo será uma oficina remota com o tema “Edição audiovisual”, uma forma de ajudar estudantes que entregam trabalhos em forma de vídeo. Ficou interessado? Você pode acompanhar o projeto no canal da TV Teia.