Alunos de enfermagem se voluntariam na campanha contra gripe em Curitiba

Para contribuir com a Secretaria Municipal de Saúde na primeira fase de vacinação contra a gripe, iniciada nesta segunda-feira (23/03), cerca de 40 alunos do curso de Enfermagem da Universidade Positivo (UP) se voluntariaram para auxiliar na organização e na administração de vacinas, em Curitiba. A atuação dos estudantes na primeira semana da campanha permite que os profissionais da saúde possam se concentrar no tratamento da população nos hospitais.

A campanha, que segue até 22 de maio, beneficia, nesta primeira fase, idosos e profissionais da saúde, representando cerca de 118 mil pessoas. “Nos organizamos entre corpo docente e alunos para que, nesta primeira semana, possamos prestar suporte neste momento em que vivemos. É inerente da nossa formação atendermos aos chamados em situações extremas, com empatia e solidariedade, tomando todas as medidas de proteção necessárias”, afirma a coordenadora de Enfermagem da Universidade Positivo, Katia Antunes. Os Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) foram cedidos aos voluntários pela Universidade Positivo.

De acordo com o Ministério da Saúde, a priorização dos idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de influenza contra o coronavírus, auxilia os profissionais de saúde a descartarem os diversos tipos de influenza na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19.