Mestrado em Biotecnologia Industrial

O Mestrado Profissional em Biotecnologia da Universidade Positivo, estimulado pelo avanço biotecnológico do Brasil, tem como objetivo principal formar mestres em Biotecnologia e propiciar condições para que profissionais já graduados possam se atualizar científica, pedagógica e profissionalmente. Para isso, o aluno aprofunda conhecimentos por meio de disciplinas estruturantes e do desenvolvimento de um projeto inovador de dissertação, em uma das áreas de concentração: Biotecnologia Agroalimentar/Agroindustrial; Biotecnologia Ambiental; Biocombustíveis; e Biotecnologia em Saúde. Na avaliação quadrienal (2013-2016) foi avaliado com a nota máxima, conceito 5 (cinco), pelo Conselho Técnico-Científico – CTC da CAPES.

A Biotecnologia envolve o uso de processos celulares e biomoleculares para desenvolver tecnologias e produtos que ajudam a melhorar a qualidade de vida e a proteger o planeta. Apesar de contemplar atividades produtivas praticadas há mais de seis mil anos para o desenvolvimento de produtos alimentícios, tais como, pão e queijo, e para a conservação de produtos lácteos, ganhou notoriedade somente nas últimas décadas, sendo considerada uma das áreas do conhecimento com maior potencial de trazer benefícios significativos à humanidade neste século.

Na modernidade, a Biotecnologia oferece produtos e tecnologias inovadoras para a produção de alimentos, o combate a doenças, a redução da pegada ambiental e o uso de energia limpa e de processos mais eficientes, seguros e limpos que envolvem a produção industrial. Recentes avanços constatados na área têm contribuído para o enfrentamento e preparo dos desafios mais imediatos da sociedade. Veja como:

Indústria farmacêutica: produção de antibióticos, hormônios, vacinas, anticorpos monoclonais, kits para diagnósticos, formulação de produtos farmacêuticos etc.

Agricultura: produção de biofertilizantes, bioinseticidas, nematicidas, hormônios vegetais, desenvolvimento de plantas resistentes a pragas, stress hídrico, temperaturas extremas e de cereais e tubérculos ricos em proteínas e vitaminas.

  • Área ambiental: tratamento biológico de efluentes sólidos, líquidos e gasosos.
  • Indústria de bebidas: fabricação de cerveja, vinho, cachaça, uísque, vinagre etc.
  • Produção de bioenergia: obtida com base na biomassa vegetal, em especial usinas produtoras de etanol e biodiesel.
  • Indústria agroalimentar: produção de queijos, iogurtes, vinagres, fermentos; leites, alimentos e molhos fermentados; produção de corantes naturais, polissacarídeos, espessantes etc.
  • Indústria de enzimas: enzimas para os diversos fins;
  • Produção veterinária: medicamentos, vacinas, rações, bioaditivos nutricionais, promotores de crescimentos, antibióticos, antiparasitários, produção de embriões etc.
  • Área florestal: multiplicação de plantas para a produção de papel, móveis etc.
  • Indústria cosmética: produção de insumos biológicos e produtos naturais etc.

 

Público-alvo

Engenheiros de Bioprocessos, engenheiros bioquímicos, engenheiros biotecnológicos, engenheiros químicos, engenheiros de alimentos, engenheiros agrônomos, engenheiros ambientais, engenheiros florestais, agrônomos, biólogos, bioquímicos, farmacêuticos, químicos, médicos, médicos veterinários e profissionais que atuam em áreas afins no setor produtivo brasileiro.

 

Áreas, linhas de pesquisa e projetos

As linhas de pesquisa a serem desenvolvidas no programa do Mestrado Profissional em Biotecnologia estão bem fundamentadas e implantadas na UP. Essas linhas já estão em desenvolvimento nos Projetos de Iniciação Científica, trabalhos de Conclusão dos Cursos de Graduação e em projetos de pesquisas de docentes e projetos de dissertação. As áreas de concentração são as seguintes:

Biotecnologia Agroalimentar/ Agroindustrial

Desenvolver processos industriais para valorização de produtos, matérias-primas e resíduos da agropecuária brasileira, utilizando ferramentas de biologia molecular, processos fermentativos e biotransformações microbianas e enzimáticas, entre outros.

Biotecnologia Ambiental

Desenvolver processos tecnológicos para o monitoramento ambiental, aplicando métodos dielétricos, físico-químicos, bioquímicos, imunológicos, moleculares e biológicos, bem como processo e produtos para a biorremediação da poluição ambiental.

Biocombustíveis

Estudar processos bioquímicos da síntese dos biocombustíveis líquidos e gasosos; matérias-primas; micro-organismos produtores de etanol e biogás; sistemas utilizados na produção de etanol, biodiesel e biogás; rendimento dos processos; balanços de massa e de energia; balanços econômicos; legislações e certificações.

Biotecnologia em Saúde

Desenvolver procedimentos técnicos em Educação Cirúrgica, bem como analisar aspectos diversos da metabologia, oncologia clínica, cirúrgica e molecular e dermatocosmética.

 

Convênios

O Mestrado Profissional em Biotecnologia da Universidade Positivo tem parceria com a Bio4 Soluções Biotecnológicas, empresa graduada na Incubadora da Universidade Positivo, para a cooperação técnica, acadêmica e científica com pesquisadores da UP, e com o Laboratório de Biologia Molecular do Grupo Boticário (Labim). Na cooperação com a Bio4, é previsto o uso dos equipamentos e instrumentos da Bio4 e vice-versa. Os projetos desenvolvidos podem envolver tanto objetivos acadêmicos como comerciais.

A Universidade Positivo disponibiliza a infraestrutura física do espaço para o Labim, um dos mais modernos do Brasil, que tem como foco a pesquisa de cultivo celular e biologia molecular. Nesse laboratório, são desenvolvidas pesquisas da marca em conjunto com o meio acadêmico, priorizando estudos dos fenômenos bioquímicos envolvidos no envelhecimento da pele e de ingredientes naturais da biodiversidade brasileira.


Simule seu financiamento Clique aqui

Infraestrutura

Para a realização das pesquisas na Pós-Graduação, são utilizados os laboratórios de Histopatologia, Biotecnologia e Microbiologia, Microscopia, Genética, Citogenética, Bioquímica, Central Analítica, Biotério, Informática e Labin.

Esses laboratórios contam com as seguintes estruturas:

  • Biotério
  • Centro Cirúrgico
  • Esterilização
  • Labin
  • Laboratório de Bioquímica Clínica, Genética e Biomolecular
  • Laboratório de Biotecnologia e Microbiologia
  • Laboratório de Farmacologia
  • Laboratório de Genética
  • Laboratório de Materiais Dentários
  • Laboratório de Microbiologia Ii
  • Laboratório de Microscopia I
  • Laboratório de Microscopia Ii
  • Laboratório de Microscopia Iii e Botânica
  • Laboratório de Radiologia
  • Laboratório de Histopatologia

Inscrições para o 2º semestre de 2020

Clique aqui para se inscrever.

Edital nº 1.104 de 20/05/2020 – UP/CPS – Mestrado em Biotecnologia Industrial – Entrada no 2° Semestre de 2020;

 

Sugestões de leitura para a prova de “Conhecimentos Gerais em Biotecnologia e áreas afins”

O conteúdo da prova abordará temas atuais em Biotecnologia, por isso é sugerida a consulta e leitura de materiais publicados recentemente, principalmente, artigos científicos (sugestões abaixo).

As questões abordarão conhecimentos gerais de Biotecnologia, entretanto, será avaliado o emprego de conceitos fundamentais das áreas de:

Bioquímica

  • Aminoácidos, peptídeos e proteínas (características e propriedades, titulação de aminoácidos);
  • Enzimas (função e classificação, cinética enzimática, inibição enzimática);
  • Fundamentos de Biologia Molecular (tecnologia de DNA recombinante, replicação, transcrição e tradução).

Microbiologia Geral

  • Estrutura de células procarióticas e eucarióticas. Principais classes de microrganismos. Fisiologia de microrganismos.

 

Referências bibliográficas para o processo seletivo

ALBERTS, B. et al. Biologia Molecular da Célula. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 1427 p.
LODISH, H.; BERK, A.; MATSUDAIRA, P.; KAISER, C. A.; KRIEGER, M.; SCOTT, M. P. Biologia Celular e Molecular. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. 1054 p.
NELSON, D.; COX, M. M. Princípios de Bioquímica de Lehninger. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013. 1298 p.
TORTORA, G. J.; FUNKE, B. R.; CASE, C. L. Microbiologia. 12. ed. Porto Alegre: Artmed. 2017. 935 p.
TORTORA, G. J.; FUNKE, B. R.; CASE, C. L. Microbiologia. 12. ed. Porto Alegre: Artmed. 2017. 935 p.

 

Artigos

 

Editais

Edital nº 693 de 13/11/2017 – Comissão de Processo Seletivo de Mestrado em Biotecnologia Industrial – 2018 (1º semestre)
Edital nº 585 de 05/08/2017 – Comissão de Processo Seletivo de Mestrado em Biotecnologia Industrial – 2017 (2º semestre)
Edital nº 482 de 19/09/2016 – Comissão de Processo Seletivo de Mestrado em Biotecnologia Industrial – 2017 (1º semestre)
EDITAL TITULAÇÃO DOCENTE 2017
RESOLUÇÃO TITULAÇÃO DOCENTE 2017​

Veja o valor do curso
Inscrições

de 25/05/2020 a 14/08/2020.

Período Mensal (aulas na quinta, sexta-feira e aos sábados, em período integral)
Duração 2 anos
Unidades
  • Curitiba – Ecoville
Calendário acadêmico, Disciplinas e Grade Horária

Obrigado por se cadastrar!

Grade Horária - 1° Semestre

Grade Horária - 2° Semestre - Área de Concentração Biotecnologia Agroalimentar/ Agroindustrial

Grade Horária - 2° Semestre - Área de Concentração Biotecnologia Ambiental

Grade Horária - 2° Semestre - Área de Concentração Biotecnologia Biocombustíveis

Grade Horária - 2° Semestre - Área de Concentração Biotecnologia em Saúde

OBS.: Para obter informações dos programas de mestrado e doutorado que não são mais ofertados, por favor, entre em contato com a coordenação de curso.

Para conhecer, por favor, informe seu:

Encontre outros cursos de Mestrado e Doutorado